fbpx

DOENÇAS OCULARES ATINGEM MAIS MULHERES QUE HOMENS

Spread the love

No mês em que é celebrado o Dia Internacional da Mulher, a CHECKUP DOS OLHOS  deixa o alerta sobre a importância das mulheres se prevenirem.

Segundo uma pesquisa realizada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), as doenças oculares atingem mais mulheres.

Prova disso é que a cada três pessoas cegas no mundo, duas são mulheres, o que poderia ser reversível caso houvesse a prevenção.

Por quê as doenças oculares atingem mais mulheres

O Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO), destaca que dentre os principais problemas oculares encontrados nas mulheres estão:

  • A Síndrome do Olho Seco
  • A Degeneração macular relacionada à idade,
  • Retinopatia Diabética,
  • Glaucoma
  • Catarata

Apesar de alguns destes problemas também serem comuns em homens, é nas mulheres a sua maior frequência, e isto ocorre basicamente por dois motivos:

Primeiro, porque em média, as mulheres vivem mais do que os homens.

Segundo, por causa das mudanças hormonais que ocorrem no organismo das mulheres ao longo de suas vidas, trazendo transformações para o seu corpo, como por exemplo a gravidez e a menopausa, onde há o risco de se desenvolver uma doença ocular.

Doenças oculares relacionadas à gravidez

Várias são as mudanças que ocorrem no corpo da mulher durante a gravidez, inclusive na visão.

É comum neste período a mulher perceber a visão embaçada e o olho seco, condições que tendem a desaparecer após o nascimento do bebê.

É importante que a mulher esteja atenta às modificações do seu corpo e sempre informá-las ao seu médico.

Doenças oculares relacionadas à menopausa

Doenças oculares relacionados à menopausa
Problemas de visão relacionados à menopausa

Como na gravidez, a menopausa surge trazendo várias mudanças e incômodos para o corpo, inclusive para os olhos.

É comum nesta fase a mulher perceber a síndrome do olho seco, sensibilidade à luz e coceira nos olhos.

É aqui também que devem dobrar à atenção para o aparecimento da catarata, que surge por uma alteração nas células do cristalino a lente natural do olho formada por camadas. Uma destas camadas tem receptores do estrogênio (hormônio feminino) e ao receberem esse hormônio as células oculares inibem a produção da proteína que causa a doença.

Importante saber que no estágio inicial, a doença pode causar uma perda discreta da qualidade visual, alterando a princípio a visão das cores, que se apresentam mais desbotadas.
Outro sintoma comum é a diminuição da acuidade visual noturna e um certo ofuscamento na presença de focos intensos de luz, como faróis de automóveis.

Mas conforme avança, a catarata deixa a visão progressivamente mais turva e embaçada, prejudicando as atividades cotidianas, como a leitura ou assistir televisão, por exemplo.

Lembrando ainda que muitas doenças são silenciosas, por isso a melhor arma contra elas é a prevenção!

Portanto mulheres fica aqui o nosso alerta: cuidem-se! Desejamos a todas  um excelente dia!

Quer saber mais? Acesse o whatssapp ou clique aqui e fale com a gente.

Checkup dos Olhos sua clínica oftalmológica em São Paulo

× Como posso te ajudar?
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram